Open Access Open Access  Restricted Access Subscription or Fee Access

Traduzir Frank X. Gaspar em Diálogo: a Expressão dos Afetos na Sua Poesia e Particularidades na Sua Tradução

Sara dos Santos Vieira

Abstract


Abstract. Memory is one of the main thematic threads of Frank X. Gaspar’s poetical work. Its expression is manifest at several discursive levels, from intertextuality to the single morpheme opening up multiple options for translation once it is pinned to a specific context. Words and linguistic expressions that bring alive a network of affections are perhaps the most difficult to translate since they are intimately related to the life and memories projected by the poetical subject, overlapping here with the author. Drawing from my experience as Frank X. Gaspar’s translator, I hope to show how conversations with the author modulated my interpretation of his work and hence shaped the resulting translation.

 

Resumo. A memória constitui-se como um dos principais fios condutores na obra poética de Frank X. Gaspar. A sua expressão manifesta-se nos vários níveis do seu discurso, desde intertextualidades até ao simples morfema, que se abre numa multiplicidade de opções de tradução, uma vez enquadrado no seu contexto próprio. As palavras e expressões linguísticas que vivem no campo dos afetos são talvez aquelas que mais dificuldades levantam durante o processo tradutório, uma vez que se ligam intimamente à vida e memórias projetadas pelo sujeito poético e, neste caso, pelo autor. A partir da minha experiência como tradutora de poesia de Frank X. Gaspar, pretendo mostrar como um diálogo aberto com o autor alterou a minha interpretação do seu trabalho refletindo-se consequentemente na tradução resultante.


Full Text:

PDF

Refbacks

  • There are currently no refbacks.